6 de jan de 2016

#Wanderlust | San Francisco (part II)

Hii Guys!!

Como prometido, aqui está a segunda parte do post sobre San Francisco! #yay


No post passado foquei nos pontos interessantes para ver cercando a baía de São Francisco até o encontro com o Oceano Pacífico. Hoje, vou mostrar à vocês alguns dos lugares que conheci na cidade e um último lugar de frente para o Oceano. <3
  • HIPPY TREE, TIBURON - Para quem estiver com carro em San Francisco, vale a pena dirigir cerca de 27 km (meia horinha) até a cidadezinha fofa de Tiburon, onde morava o ator Robyn Williams. A Hippy Tree nada mais é que uma árvore gigante com um balanço lindo pendurado nela e uma vista de tirar o fôlego para toda baía. Para achar esse lugar desconhecido por muitos, basta colocar esse endereço no Google Maps100 Gilmartin Dr, Tiburon, CA 94920 , chegando lá estacione na rua ladeirosa e siga andando cerca de 3 min por uma trilha de mato baixo até a árvore. Neste mirante improvisado vocês enxerga a ponte Golden Gate ao fundo e a Angel Island, um dos mirantes mais lindos que conheci! Daqueles que te traz aquela paz só de olhar. <3




Ana! Minha guia favorita :*
  • LOMBARD STREET - Uma das ruas mais conhecidas do mundo, a Lombard St é uma rua super íngreme, em formato inusitado com curvas fechadas e calçada com tijolos vermelhos. A placa indica a velocidade recomendada: 8km/h!! hahaha Destaque para os jardins que cercam a rua e fazem toda a diferença para deixá-la ainda mais fofa. Outro ponto importante: como fica em um local elevado, a vista de lá também é maravilhosa!






Rua em frente à Lombard St. e lá no topo a Coit Tower, outra ponto para conhecer.
  • COIT TOWER - Localizada no alto da Telegraph Hill, a torre é um dos melhores lugares para se ver San Francisco do alto. Construída no período de 1929-1933, a Coit Tower tem o formato de uma mangueira de bombeiro em homenagem a milionária Lillie Hitchcock Coit, que deixou em sua morte uma fortuna para a construção de algo belo para a cidade e como ela era fã dos bombeiros, decidiram construir a torre nesse formato inusitado. História a parte, você pode chegar a torre de três jeitos: ônibus, carro ou a pé. A subida pelos degraus da Samson St é uma vista a parte da cidade por entre as árvores e jardins até a chegada na parte térrea da Coit Tower.  Chegando na torre, você pode admirar a vista do lado de fora ou subir no elevador dentro do prédio e ter uma visão ainda mais alta. Entrar na torre é de graça e você pode admirar os murais pintados por artistas no ano de 1930, além de visitar a lojinha com artigos fofos para comprar, mas para subir no elevador o preço é de $8 dólares, valor consideravelmente razoável. Eu subi e não me arrependo, apesar das janelas atrapalharem um pouco, não tem como negar que vista é incrível!

Painéis lindos retratando a época da Grande Depressão.


Lombard St. vista de longe.

  • PAINTED LADIES - Localizada na Alamo Square, as casinhas mais famosas de San Francisco  já serviram de cenário para muitos filmes e seriados, imagina a emoção de vê-las tão de pertinho?! Cenário típico americano, se você não estiver com pressa, vale à pena fazer um picnic no parque e sentar em frente as casinhas que parecem de boneca!



Companheiras de Road Trip: Bia e Lígia <3


  • OCEAN BEACH - O nome já diz tudo, uma praia linda de morrer, com vários penhascos e a perfeita escolha para assistir o pôr do sol em San Francisco... mas calma! Chegue antes das 17h e vá conhecer a Giant Camera, uma Câmera Obscura gigante localizada na Cliff House no topo da ladeira que leva à praia. Se você é amante da fotografia como eu, pelo valor de $3 dólares você pode entrar na câmera e admirar toda à praia lá de dentro, através de um jogo de espelho que refletem exatamente o que se passa lá fora! Quem não quiser gastar, vale a foto do lado de fora, afinal não é todo dia que se vê uma câmera gigante em frente a um penhasco com vista para o oceano! hahaha A praia também conta com as ruínas do Sutro Baths, um antigo clube coberto e privado com piscinas de água salgada, inicialmente tido como o maior complexo indoor de piscina do mundo em 1896. A Ocean Beach faz parte da área de recreação do Golden Gate National Park, parque esse, que está na minha lista de coisas que não tive tempo de conhecer nas duas vezes que fui!









  • UNION SQUARE - Localizada no coração de San Francisco, a Union Square é cercada por lojas, lanchonetes, shoppings e fica pertinho do "fim/começo da linha" do famoso Cable Car, bondinho característico de SF. Se você esperar no final onde eles giram o bondinho manualmente de volta ao trilho, você pode ter a oportunidade e pedir para tirar foto em um deles ou se você quiser, pode pagar e dar uma voltinha na cidade com ele! De lá voltamos para a Union Square em caça aos "corações de São Francisco", que são esculturas em forma de coração espalhados pela praça que fazem parte de um projeto para ajudar pessoas com problemas cardíacos! Muitos dos corações já foram leiloados e o projeto conseguiu arrecadar em torno de $2 milhões para o Hospital Geral de San Francisco. Inclusive no Pier 39 tem uma escultura nomeada de "Open Heart",pintada por um artista local em comemoração à vida da sua mãe que foi salva em uma cirurgia de coração aberto e conseguiu superar os problemas cardíacos que vinha enfrentando. Lindo não é? Consegui achar três corações na praça e me apaixonei por todos! <3




I left my heart in San Francisco <3



Onde ficar: HI San Francisco Fisherman's Wharf - reservamos pelo site Hostels que tem sempre descontos (pagamos $37 cada). O hostel não poderia ser melhor, localizado no Fort Mason bem no meio do parque nacional cercado por árvores e com vista privilegiada para a baía. Café da manhã incluso, Wi-Fi, computadores, sala de jogos, sala de filmes, descontos em transporte para o aeroporto e em passeios pela cidade. Para quem preza por conforto e segurança, ele oferece quartos privados com cozinha e banheiro separado! Como éramos 3, optamos pelo quarto privado feminino para quatro pessoas e deu tudo certo.

Foto: Google Images.
Quem ainda assim quiser ficar em hotel, aconselho procurar nos sites Expedia ou Hotwire, pois tende a ser bem mais cara a hospedagem e geralmente os hotéis mais baratos são longe do centro.

E aí? Gostaram das dicas?? Deixei meu coração em São Francisco e pretendo voltar muitas vezes para essa cidade apaixonante. Depois vou deixar aqui no post o arquivo que eu fiz com o roteiro pronto de 3 dias em San Francisco.

Aguardem o próximo post #Wanderlust com mais lugares lindos para visitar!

Beijos :*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui ;*